Amanda

Amanda é uma maga preculga de Al-u-ber, filha única de Barnabás. No Volume I atinge a idade em que deve começar a aprender magia a partir dos pais. A partir disso descobre que seu namorado secreto desde o início da adolescência, Tadeu, é um bomin; e que essa é a razão pela qual os pais proibiram a relação dos dois.

“Daquela noite Tadeu pouco lembrava quanto ao que ela vestia, mas lembrava que seus cabelos eram lisos, como os de Galvino, porém ainda mais longos e, ao invés de loiros, dotados de uma espécie de acobreado que combinava com seu rosto de linhas macias. Os olhos castanhos dela surpreenderam-se com o escuro cabelo penteado à esquerda do garoto, e também com seu pequeno nariz coberto em manchinhas beges […] Depois de tanto tempo, o cabelo dos dois havia se transfigurado: ele não tinha mais cabelo algum, e ela havia cortado o seu. Ele, porque precisava fugir da vontade de ter cabelos longos, finos e retilíneos como os do pai. Ela, porque precisava fugir das boas razões para se cultivar um cabelo comprido em Al-u-ber.” A Aliança dos Castelos Ocultos, capítulo 9 (ler no site de leitura / ler capítulo comentado)

História

A mãe de Amanda morreu durante seu parto, e portanto ela nunca a conheceu. Seu pai, mesmo desdobrando-se para dar todo o cuidado para a filha, não conseguiu evitar em parte sua melancolia; sendo preculgo, o que pôde fazer foi atacar a filha para que ela não pensasse muito na mãe.  Ao contrário de Tadeu, que cresceu desconfiado de suas próprias emoções, a  paranoia simétrica fez Amanda confiar mais em seus instintos e sentimentos ao invés de em seu intelecto e na progressão lógica de sua vida.

Barnabás tornou-se parlamentar, e foi num dos encontros sociais que se seguiram a sua ascensão ao cargo que ela conheceu Tadeu. Identificou-se com ele justamente por sua introspecção: a dela devido aos sentimentos reprimidos em relação à mãe, mesmo tendo amigas e uma vida social ativa; a dele, por não sentir que as amizades que tinha eram verdadeiras e significativas. Tinham uma percepção similar quanto à magia (da qual nada sabiam) e da falsidade inerente a muitas de suas experiências – ela começou a pensar que seus pensamentos eram tão manipulados quanto eram certas sensações de Tadeu. Logo que começaram a passar mais tempo juntos, Amanda distanciou-se das amigas que tinha, todas já extrema e exclusivamente interessadas na magia e no dia em que a aprenderiam. Parte da história de Tadeu e Amanda pode ser lida no Volume I:

“A tristeza de ambos foi verdadeira apenas por um tempo, e estava sendo falsamente prolongada desde o incidente. Oficialmente, um estava mais do que disposto e inclinado a esquecer o outro, e a recíproca era verdadeira. Já tinham esquecido.” A Aliança dos Castelos Ocultos, capítulo 9 (ler no site de leitura / ler capítulo comentado)

Em determinada época os dois brigaram a sério, rompendo o relacionamento; quando perceberam que talvez seus pais estavam por detrás daquilo, resolveram não apenas reatar como também usar aquele momento crítico como cobertura para o relacionamento, escondendo-o definitivamente até que soubessem o que os pais tinham contra a união. Os encontros davam-se, por parte de Amanda, na forma de aulas de cultivo, que Amanda ainda tem (em outro horário), já que ela se interessa pela agricultura especialmente no que tange à medicina que pode ser encontrada na terra. Amanda, desde pequena e antes de Barnabás tornar-se parlamentar, quis ser médica. Por debaixo da consciência que não deixaria tal pensamento aflorar, talvez quisesse poder cuidar de mulheres como a sua mãe, evitando a morte precipitada delas.

Volume I

No Volume I, Amanda e Tadeu enfim atingem uma idade de fim de adolescência (cerca de vinte e oito rosanos) e começam a ter aulas de magia. Amanda vai com o pai a uma festa preculga, e depois de se recusar a participar de um “ritual de iniciação” com outras aprendizes preculgas, conhece Gustavo e torna-se amiga dele.

Desenho de Amanda feito pelo autor na época da produção do Volume I
Desenho de Amanda feito pelo autor na época da produção do Volume I

Depois de invadir o castelo de Tadeu para tentar salvá-lo do questionamento de Galvino, ela permite que Tadeu a invada também em retorno. Tadeu no início reluta, mas depois vê na abertura a possibilidade de terminar a relação de um modo mais definitivo (para o bem dos dois): faz ela “se apaixonar” por Gustavo, crendo na eficácia de uma técnica que ele aprendeu com Anabel. No entanto, a técnica faz apenas com que ela pense mais no amigo e tenha por ele mais apreço; como consequência, ela vai até a casa dele. Tadeu a segue e tenta fazê-lo se apaixonar por Amanda também, mas ao descobrir que Gustavo e Anabel também estão (indevidamente) juntos, vai embora, fazendo parecer que Amanda havia invadido Gustavo enquanto ela pediu para ele verificar o castelo dela em busca de algo errado – Tadeu negou ter feito nada com ela, mas Amanda achou que ele pudesse ter realizado alguma técnica em seu castelo quando a invadiu.

Volume II

Início de SPOILERS do Volume II – A Guerra da União

No Volume II, Amanda é confrontada por Gustavo, que acredita que ela não só conhece técnicas bomins como também é capaz de se duplicar. Quando explica, omitindo alguns elementos de sua história, o que aconteceu para o pai, suas aulas de magia são suspensas e ela se surpreende com o quanto se importa com isso, notando a diferença em relação aos seus sentimentos de muito pouco tempo atrás. Barnabás, contudo, logo volta atrás por causa da declaração da Guerra da União, entendendo que não pode privar a filha de educação mágica.

Trecho das primeiras anotações do autor sobre a personagem na época da produção do Volume I
Trecho das primeiras anotações do autor sobre a personagem na época da produção do Volume I

Durante o enforcamento público de Anabel, Amanda e Tadeu descobrem que Gustavo está fugindo com ela. Eles tentam pará-los, mas Gustavo é mais poderoso e consegue fugir. Amanda deixa de propósito um anel com Tadeu, explicando que, como suas desculpas para encontrá-lo regularmente não mais funcionariam, ele teria que ter uma justificativa para visitá-la em sua casa.

Anabel começa a se sentir mal em relação às próprias habilidades mágicas: por duas vezes não foi capaz de conter Gustavo, e o pai ainda conta como terceira a vez em que desmaiou do lado de fora da casa de Tadeu. Ela discute com Tadeu ao saber que Anabel sabia sobre os dois, e começa a questionar também seu relacionamento com o bomin. Ela reganha um pouco de sua confiança, entretanto, ao atacar com sucesso algumas colegas de tradição, evitando uma iniciação que elas estavam prestes a realizar com o tipo de mago iniciante que ela fora há pouco tempo.

As brigas com Tadeu continuam quando ela descobre que ele desconfia que os hóspedes em sua casa sejam filinorfos. Quando isto se revela ser uma verdade, um dos filinorfos (André) invade a casa de Amanda afirmando que Eva quer trocar a vida da garota pela lista de magos de Roun-u-joss, algo que eles, os filinorfos, desejam. Depois de descobrir que Eva o manipulou, André deseja apenas ir embora, mas Barnabás não o deixa. Durante a intensa luta que se segue, tanto em Heelum quanto em Neborum, Amanda tenta ajudar o pai mas acaba o atrapalhando; antes de ser morto por parlamentares que vieram ajudar o dono da casa, André derrota e assassina Barnabás, deixando Amanda em choque.

Fim de SPOILERS do Volume II – A Guerra da União

Listas

As seguintes listas organizam os capítulos em que a personagem apareceu na história, as técnicas mágicas que executou (caso seja um mago), e os confrontos, físicos ou mágicos, dos quais participou.

As listas contam com aparições (ou menções), técnicas e confrontos explícitos. Quando ocorre algo simplesmente possível ou presumível isto não é listado, não confirmando o evento mas ao mesmo tempo não significando que ele não tenha ocorrido. Isto se dá pelo fato de que a interpretação do autor não quer dizer muita coisa, e a narrativa pode ser interpretada de diversas formas de acordo com os indícios deixados ao longo do caminho, desde que a interpretação seja consistente.

Aparições

Técnicas

  • Volume I
  • Volume II
    • Amanda controla os pilares da conduta de Anna para evitar que ela fizesse uma iniciação com um mago – Capítulo 56

Confrontos

  • Volume I
  • Volume II
    • [Heelum e Neborum] Luta contra Gustavo, em casa – Capítulo 1 (ler no site de leitura / ler capítulo comentado)
    • [Heelum e Neborum] Luta com Tadeu contra Gustavo, que salva Anabel de uma execução em praça pública – Capítulo 23
    • [Neborum] Quando André invade sua casa, tenta ajudar Barnabás – Capítulo 65

Faça um comentário!